Autoconhecimento – Como Praticar

Praticar o autoconhecimento, é acordar todos os dias e se questionar sobre o que você sabe sobre si e o que precisa descobrir.

Deve ser considerado um exercício diário durante toda a sua existência.

Isso porque, o autoconhecimento impulsiona você para além do que acredita, seja relacionado às suas competências ou às possibilidades de realizar e conquistar.

Mas principalmente, na oportunidade de ser muito mais do que você imagina.

Por isso, você deve se questionar diariamente:

Por quê, e para quê, eu acordo todos os dias?

Muitas vezes, suas limitações estão pautadas no quanto você não sabe do que é capaz, ou seja, das competências que possui e o que ainda não descobriu sobre si.

O quanto não conhece e reconhece sobre seus sentimentos, reações e quais os tipos de comportamento tem diante da sua própria vida.

Seja ela pessoal, mas principalmente profissional. Ou seja, entendendo acima de tudo, que obter o autoconhecimento é uma conquista.

Ocorre que, para você poder dominar a prática do autoconhecimento, você precisa entender, de fato, o que isso significa.

O Que é Autoconhecimento?

Podemos dizer que o autoconhecimento é baseado em um processo, cujo objetivo é reconhecer seus modelos de pensamento e hábitos. Ou seja, criar possibilidades de melhorar seus feedbacks em relação às suas atitudes e à sua tomada de decisão.

Afinal, o início desse processo ocorre na sua mente, refletindo para o seu exterior.

"Quando não há inimigos internos, não há inimigos externos que possam nos destruir."

De forma que possa provocar transformações positivas, diante da maneira como você se percebe, percebe o mundo e reage diante dos diferentes acontecimentos. Sejam eles de cunho pessoal ou profissional.

Sendo assim, diante do exposto, se faz necessário fazer uma separação entre autoconhecimento pessoal e autoconhecimento profissional.

Autoconhecimento Pessoal

Sabemos que uma das maiores reflexões, sobre o autoconhecimento, é que nos permite enxergar como realmente somos.

“Suas visões tornar-se-ão claras somente quando você puder olhar em seu próprio coração. Quem olha para fora, sonha, quem olha para dentro, acorda.

Jung

Ou seja, não necessariamente o que pensamos ser.

O autoconhecimento pessoal está vinculado à consciência que você tem sobre sua natureza humana.

Isto é, está relacionado com o quanto você conhece sobre si e planeja seus objetivos pessoais, como:

  • Aprender ou não sobre uma nova habilidade;
  • Desejar ou não se casar;
  • Querer viajar, ou não, sempre nas férias;
  • Querer ou não ter filhos;
  • Empenhar, ou não, esforços em adquirir bens materiais;
  • Se empenhar e persistir, ou não, em focar no seu propósito de vida?

A partir do seu autoconhecimento pessoal, você tem a possibilidade de criar consciência sobre seu propósito, seus objetivos e suas metas.

+ SAIBA COMO CONSTRUIR SEU PROPÓSITO DE VIDA

Elevar o seu potencial de determinação para enfrentar as adversidades e desafios, que possam surgir diante da sua trajetória de vida.

Por isso, o autoconhecimento pessoal é o seu alicerce, para o seu autoconhecimento profissional.

Autoconhecimento Profissional

O autoconhecimento profissional, está pessoalmente vinculado à sua carreira profissional, bem como às expectativas criadas em relação a ela.

Isso quer dizer que, a partir do momento que você tem consciência sobre a importância de ir ao encontro do autoconhecimento profissional, você está elevando o potencial de aumentar a sua satisfação e bem-estar com o seu trabalho.

Contudo, mais que isso, você está enriquecendo e desenvolvendo a sua capacidade de conhecer seus pontos fortes e fracos.

O que nos permite concluir, que você está elevando suas possibilidades de capacitação e melhorias.

Porque, quando você não sabe quem é profissionalmente, qual o seu perfil profissional, não tem condições de tomar decisões e de realizar projetos.

Ou seja, não tem a possibilidade de tornar sua carreira turbinada e sustentável.

Se autoconhecer, e principalmente o que fazer com o que sabe sobre si, é alavancar o seu sucesso profissional.

Entretanto, uma das questões que nos impede o autoconhecimento profissional é a capacidade de se autoperceber.

O Que é Autopercepção

Conceitualmente dissemos que a autopercepção é a capacidade que o indivíduo tem de perceber a si mesmo.

Ou seja, a capacidade de perceber suas qualidades, talentos, bem como seus erros. Além disso, seus pontos de desenvolvimento, incoerências e imperfeições.

Quando não temos uma autopercepção, desconhecemos nossos próprios sentimentos, assim como o que pensamos de fato sobre nós.

Mas creio que o mais significativo nesse processo de autopercepção, seja o fato de desconhecermos sobre como as pessoas nos veem, nos percebem. Porque pode impactar na transformação de nossos comportamentos.

Quanto maior a consciência de quem você é, de quais são:

  • Suas habilidades;
  • Suas competências;
  • Seus talentos e o que precisa melhorar…

Mais você estará preparado para encarar os seus desafios profissionais. Bem como, para empreender na sua carreira e na sua vida pessoal.

+ CONHEÇA AS 5 ETAPAS PARA O SEU PLANEJAMENTO DE CARREIRA

Eu costumo dizer que este processo é transformador e que se bem realizado, não tem volta.

Quanto mais você se conhece, mais realiza.

Quanto mais você realiza, mais tem vontade de continuar se descobrindo

Como é o Processo de Autoconhecimento?

O processo de autoconhecimento está vinculado à prática. Ou seja, você precisa responder inicialmente a 3 perguntas básicas:

O que eu estou fazendo?

Essa pergunta está relacionada às suas ações e comportamentos constantes, mesmo os que ocorrem pelo impulso ou automaticamente. Muitas vezes nos distraímos para fugir de sentimentos ou comportamentos que nos angustiam.

Além disso, essa fuga pode estar relacionada à sua capacidade de tomada de decisões, isto é, do que é necessário para você chegar a uma resolução, onde o medo te paralisa.

Sendo assim, dedique tempo para você e reflita sobre suas crenças e hábitos.

Questione sempre se as suas ações estão conduzindo você, de fato, para o seu objetivo.

O que estou sentindo?

Essa questão está ligada ao seu emocional, por isso, aprofunde suas reflexões, apesar de saber que pode sentir “dor” com esses pensamentos.

Contudo, mesmo sabendo que estas reflexões vão causar uma reviravolta em você, são fundamentais para o seu autoconhecimento.

Questione sobre o que sente, como:

  • Medo;
  • Ansiedade;
  • Angústia;
  • Tristeza;
  • Alegria;
  • Euforia, entre outros.

E não se furte a nomear cada um deles. Porque reprimir seus sentimentos, pode causar um resultado ainda pior do que identificá-los.

Através dessa repressão de sentimentos, vem a somatização, ou seja, uma ação sobre o seu corpo.

Que nada mais é do que uma representação física do seu desequilíbrio psíquico.

O que estou enxergando?

Trata-se do último nível relacionado ao seu autoconhecimento.

Esse quesito está associado ao seu subconsciente, ou seja, aos seus pontos cegos. São aqueles temas sobre os quais você não percebe ou pensava sobre você, apesar de serem importantes.

Com certeza, quanto mais você “mergulhar” em si mesmo, mais se questionará sobre como se tornar autoconsciente.

Sendo assim, não tenha medo desse mergulho mesmo que você se depare com a seguinte reflexão:

Será que tudo o que penso a meu respeito é, de fato, quem eu sou?

Ao buscar o seu autoconhecimento, você deixa seus sentimentos mais expostos sem sentir medo ou se cobrar por causa disso.

Torna-se extremamente libertador, quando toma essa decisão de se autoconhecer e quebrar crenças e paradigmas que te impedem de crescer.

Por isso, é que ao praticar esse conhecimento sobre si, você desenvolve cada vez mais o seu poder de autopercepção.

Contudo, antes de apresentar alguns exercícios que possa praticar, vamos falar dos benefícios que o autoconhecimento pode proporcionar para você.

Benefícios do Autoconhecimento

Sabemos que o autoconhecimento é um processo contínuo.

Ou seja, um processo de observação de si mesmo e análise dos próprios sentimentos e comportamentos, que deve ocorrer de forma constante em sua vida.

Um estudo aprofundado, que vai revelar sobre suas crenças, hábitos e padrões.

Por este motivo, entender os benefícios que o autoconhecimento te proporciona, contribui para que você se empenhe em exercitar diariamente.

Alguns benefícios que você pode considerar:

  • Passar a ter uma ótica diferente, menos “pesada”, pela qual você vê os problemas e dificuldades da vida;
  • Manter sempre sua autoestima e amor próprio mais elevados;
  • Perceber, entender e respeitar que as pessoas são diferentes;
  • Olhar para os fatos, de forma consciente, e sabendo que podem afetar as suas emoções;
  • Excluir o medo das pessoas, das adversidades e acontecimentos em geral;
  • Perceber as inseguranças e desenvolver melhorias;
  • Identificar o seu propósito pessoal e profissional.

Além desses e tantos outros, quero destacar alguns benefícios que você pode adquirir, no âmbito profissional.

Benefícios do Autoconhecimento Profissional

Podemos considerar como o primeiro benefício do autoconhecimento profissional, o fato de você passar a ter mais confiança em você mesmo. O que é extremante importante durante o planejamento de carreira.

Ou seja, você passa a acreditar, a valorizar e, o mais importante, a evidenciar as suas próprias competências.

Um outro benefício bastante significativo é que, a partir do momento que você conhece sobre seus talentos, você também descobre sobre o que precisa melhorar.

E isso, é muito relevante, porque você percebe as suas inseguranças e o que ameaça o seu desenvolvimento.

Com isso, consegue se capacitar mais e buscar melhorias, que são necessárias para a sua atuação profissional.

Sendo assim, podemos afirmar que dar valor ao autoconhecimento profissional, possibilita a você alcançar suas metas profissionais desejadas.

+ SAIBA QUAIS SÃO OS 8 PASSOS PARA DEFINIR SUA META PROFISSIONAL

Por isso, tanto o autoconhecimento pessoal, quanto o autoconhecimento profissional, devem ser exercitados de forma constante, para que seu nível de desempenho se mantenha cada vez mais elevado.

Como Praticar o Autoconhecimento

Existem alguns exercícios que você pode praticar, diariamente, que vão contribuir para o conhecimento e o reconhecimento de si mesmo.

Lembrando que não adianta você conhecer determinados comportamentos que você tem, mas é necessário reconhecer que eles existem e que deve analisá-los e transformá-los, se for necessário.

Aprofunde seus sentimentos

Você pode iniciar se questionando quem é você, no íntimo.

Seja profundo, bem como, vasculhe sua essência e descubra quem é você. Pratique a Inteligência Emocional, conhecendo seus sentimentos e entendo em que momento cada um deles é “acionado”.

Ou seja, os famosos “gatilhos” que ocorrem e que acionam sentimentos que não gostaria de estar sentido.

Não crie limitações, aliás este é o melhor momento de se perguntar quais são suas limitações.

Pergunte-se:

  • Que sentimentos e emoções possuo?
  • Quais são meus medos?
  • O que me motiva?
  • Quais são meus sonhos?
  • Qual a minha maior qualidade e meu maior defeito?
  • O que de verdade me faz feliz?
  • O que não consigo perdoar?

Seja responsável por suas ações

Certamente você já descobriu, “na pele”, que ninguém é perfeito, sendo assim, ter a consciência das suas ações, principalmente as negativas, te ajuda a encontrar a melhoria.

É um processo de evolução e transformação, que só ocorre quando você reconhece seus defeitos e falhas. Permitindo assim, que você previna comportamentos indesejados.

Sendo assim, ao assumir suas responsabilidades, no lugar de dar desculpas, você consegue melhorar como pessoa e como profissional.

Utilize a Ferramenta dos 5 Porquês

A ferramenta dos 5 porquês, tem por objetivo identificar a “causa raiz” de um determinado problema. Ela foi criada por Taiichi Ohno, que é considerado o “pai” do Sistema de Produção da Toyota.

Portanto, fazendo uma analogia dessa ferramenta com o seu autoconhecimento, você vai entender que ao se questionar, chegará na “causa raiz” de um determinado sentimento e, consequentemente, de um comportamento.

Como você pode fazer isso, veja o exemplo sobre um sentimento de frustração:

  • 1º – Por que eu estou me sentindo frustrado? Porque não consegui minha promoção.
  • 2º – Por que eu não consegui minha promoção? Porque um dos critérios para eu ser promovido era saber dar feedback.
  • 3º – Por que eu não sei dar feedback? Porque ainda não sei falar direito com meus colegas de trabalho.
  • 4º – Por que eu não sei falar direito com os meus colegas de trabalho? Porque não deixo eles falarem sobre o que pensam.
  • 5º – Por que eu não deixo eles falarem sobre o que pensam? Porque não tenho uma boa escuta ativa.

Com certeza, a partir do momento que você identificar que não tem a competência de escutar ativamente, passa a desenvolvê-la. Ou seja, seu comportamento muda e sua promoção pode estar mais perto de ser conquistada.

Identifique seus pontos fortes e quais precisa melhorar

Se você não conhece suas habilidades, certamente não saberá o que é capaz de realizar. Além disso, também é necessário identificar as oportunidades e as ameaças em relação aos seus pontos fortes e a serem desenvolvidos.

Pergunte-se:

  • Quais são meus talentos?
  • No que tenho habilidade, um dom?
  • Em que sou bom?
  • No que mais as pessoas me procuram para ajudar?
  • Quais as competências que preciso desenvolver?
  • O que não gosto de fazer, porque acredito que não sou bom?

Reflita no fim do seu dia

Todos nós sabemos que somos movidos por pensamentos infinitos, entretanto a qualidade do que pensamos é que vai fazer com que você tenha ações e reações positivas na vida pessoal e profissional.

No que pensei ao longo do meu dia?

Nosso pensamento pode alavancar a nossa vida, bem como destruí-la. Por isso, identifique quais pensamentos estão fazendo com que você amplie seus horizontes e alavanque sua carreira.

Bem como os pensamentos que te sabotam, te destroem e que te impedem de crescer profissionalmente.

“A maneira como pensamos diante de qualquer evento, torna-se parte de nossos processos mentais, influenciando nossas emoções e por consequência nossas atitudes e comportamentos”.

Brian Tracy

Pergunte-se:

  • Como reajo diante de determinado tipo de acontecimento? (pense em várias situações pelas quais já passou de forma positiva e negativa)
  • Que pensamentos me fizeram chegar aonde estou? (insatisfeito com a carreira ou realizado)
  • Qual o primeiro pensamento que me vem à mente, quando estou diante de um desafio?
  • Quando tenho um trabalho para realizar eu acredito que terei sucesso ou fracasso?
  • Estou sempre me criticando em pensamento ou me motivando?
  • Eu penso, ou prefiro não pensar nas coisas, para não me envolver e me manter na zona de conforto?
  • Penso em deixar sempre para depois as decisões do que preciso fazer? (procrastino)

Cuidado com o que você pensa ou deseja… Você pode realizar.

Exercite o feedback

Para que o autoconhecimento ocorra de forma integral, é fundamental que conheça o que as pessoas pensam sobre você.

Isto é, buscar feedback sobre suas ações e dos seus comportamentos, só fará com que você se conheça cada vez mais e por consequência disso, se desenvolva.

Questione:

  • Eu sei sobre o que pensam de mim?
  • Consigo entender as críticas que fazem a meu respeito e costumo crescer e aprender com elas?
  • Tenho noção do que as pessoas acham sobre meu desempenho profissional?

Você também pode questionar as pessoas, sobre o que elas admiram e pensam a seu respeito. Bem como, o que pensam sobre suas atitudes.

Além disso, você também pode perguntar a um colega de trabalho o que ele acha sobre seu desempenho profissional.

Um outro ponto importante é saber se elas percebem você como uma pessoa negativa ou positiva.

Como já mencionamos, a falta do autoconhecimento nos impede de crescer pessoal e profissionalmente.

Por isso, você deve tomar consciência de que é responsável pela sua trajetória, a escolha é sempre sua, mesmo que as circunstâncias digam que não.

Tudo depende do que você quer para você, e do quanto está disposto a conhecer sobre si, para ampliar ainda mais seus horizontes pessoais e profissionais.

Quanto maior a compreensão de quem é, e do que precisa desenvolver e melhorar, mais estará preparado para superar as adversidades e os desafios que surgirem ao longo da sua vida pessoal e profissional.

Então, se VOCÊ ainda tem dúvidas, eu vou te ajudar!

Se inscreva no Webseminário Gratuito – Ao Vivo e Online

Deixe um comentário

You have to agree to the comment policy.

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rolar para cima