Entrevista de Emprego – Guia Definitivo | Carreira Turbinada

Entrevista de Emprego – Guia Definitivo

Entrevista de Emprego é uma das etapas do processo seletivo, e causa muita tensão para o profissional que está em busca de um emprego.

Índice de Conteúdo

Na realidade, esta tensão começa com a incerteza se o currículo será ou não analisado.

CONHEÇA O GUIA DEFINITIVO PARA ELABORAÇÃO DE CURRÍCULO

Quem participa sabe que o mercado está cada vez mais competitivo, e que ter um bom currículo não garante a contratação.

VEJA ALGUMAS MUDANÇAS NA ELABORAÇÃO DE CURRÍCULO PÓS PANDEMIA

Ou seja, a pessoa cria uma expectativa, ao aguardar o contato do recrutador, para saber se o seu currículo foi selecionado e se terá a oportunidade de participar da entrevista de emprego.

VEJA TAMBÉM: 7 ERROS NA ELABORAÇÃO NO CURRÍCULO

Ocorre que, quando esse contato chega, inicia-se uma mistura de felicidade e ansiedade.

Afinal de contas, ela não sabe quais serão as perguntas que vai precisar responder.

Além disso, entende que precisa demonstrar todo o seu potencial, em pouco tempo, para conquistar quem vai entrevistá-la.

Mas, como se sair bem em uma entrevista de emprego?

Para que você consiga estar preparado, será necessário compreender como funciona esta etapa do processo seletivo e quais são os tipos de entrevistas que um recrutador pode utilizar.

O Que é Entrevista de Emprego

Trata-se de uma das etapas do processo seletivo, que tem por finalidade gerar mais informações sobre o profissional que está participando.

Em outras palavras, aferir os dados inclusos no currículo, assim como conhecer, de forma mais detalhada, sobre suas experiências acadêmicas, profissionais, bem como analisar:

  • Se tem objetivo de carreira;
  • Quais são suas expectativas sobre a organização;
  • Sua capacidade de comunicação;
  • Seu foco e concentração;
  • Se é capaz de controlar a ansiedade;

Além de outras competências.

Dessa forma, podemos dizer também que a entrevista de emprego, proporciona ao recrutador conhecer sobre a vida pessoal do profissional e se seus valores são compatíveis com os valores da organização.

Assim como, se ele tem bem definida sua meta profissional (Saiba como criar sua meta profissional).

Contudo, como o recrutador faz a entrevista?

O que a maioria dos profissionais não sabe é que, esta etapa do processo, pode ser realizada de diversas formas.

Isto é, que existem alguns tipos de entrevista e que, cada um possui finalidade e peculiaridade específica.

Ressalto apenas que, com as mudanças que vem ocorrendo nos modelos de trabalho, como: o home office e principalmente com a necessidade de se otimizar o tempo, muitas empresas estão usando mais os modelos voltados para os formatos online, ou seja, por Skype, por Zoom, entre os modelos similares de vídeo conferências.

Quais os Tipos de Entrevista de Emprego

Para que o objetivo da entrevista seja alcançado e a organização consiga selecionar o candidato mais próximo ao perfil desejado, o recrutador deverá escolher a melhor abordagem.

Por esta razão, quanto mais você conhecer os tipos de entrevista de emprego, mais chances vai ter de se preparar para o formato que o recrutador escolheu para te entrevistar.

Entrevista Técnica

Tem por objetivo analisar o grau de conhecimento técnico do candidato entrevistado.

A finalidade é avaliar se o profissional possui, de fato, o conhecimento técnico que mencionou no currículo e na área em que vai atuar.

Usualmente, a entrevista é conduzida por um profissional de mesmo nível ou superior do profissional que está participando da entrevista de emprego.

A entrevista técnica pode ocorrer de forma presencial ou através de vídeo conferência. O que vai garantir a sua efetividade é o tom e o foco técnico que o recrutador dará a mesma.

Entrevista Coletiva ou em Grupo

Trata-se de uma entrevista realizada, simultaneamente, com todos os candidatos à vaga pretendida, com o objetivo de analisá-los e avaliá-los ao mesmo tempo.

Geralmente este tipo de entrevista de emprego é realizada para as vagas de jovem aprendiz, estagiário e trainee, pois o volume de currículos selecionado é maior.

SAIBA COMO ELABORAR UM CURRÍCULO PARA PRIMEIRO EMPREGO

Inclusive o nível de conhecimento técnico, na maioria das vezes, também é semelhante.

Entretanto, é importante que não se confunda entrevista em grupo, com dinâmica de grupo, ambas possuem formatos e objetivos distintos.

VEJA COMO SE SAIR BEM NA DINÂMICA DE GRUPO

Entrevista-Painel ou com Vários Avaliadores

Esse tipo de entrevista de emprego, tem por objetivo avaliar o candidato sob diversos pontos de vista, ou seja, são vários avaliadores que entrevistam o profissional.

Além do RH e do gestor da área, podem ser convocados para fazer a entrevista um futuro colega de trabalho e outras pessoas que possam vir a ter contato direto com o profissional.

Quanto ao futuro colega de trabalho, geralmente é convocado porque detém o conhecimento técnico específico, requerido ao cargo.

Entrevista com Estudo de Caso

Através de um caso real, seja do mercado ou do dia a dia da empresa, o profissional deverá apresentar uma solução para o problema específico.

Sendo assim, o objetivo deste tipo de entrevista é verificar se o profissional que está se candidatando à vaga, possui habilidade analítica e de resolução de problemas.

Da mesma forma que, através desse tipo de entrevista, é possível verificar a habilidade de comunicação e de síntese.

Entrevista por Telefone ou por E-mail

São utilizadas, normalmente, como um primeiro contato com o candidato à vaga de emprego.

Nesta entrevista, o recrutador procura obter informações básicas do profissional, que por algum motivo não foram descritas ou não ficaram claras no currículo ou no cadastro em um site de vagas.

Como esta forma de entrevista pode ocorrer por telefone ou e-mail, é bom estar ciente de que:

Você está sendo analisado a partir do momento que tiver o primeiro contato com a organização, seja através de um e-mail ou por telefone.

Entrevista de “Campo”

Esse formato de entrevista de emprego é realizado em escolas ou universidades.

A proposta é entrevistar o maior número de alunos, que se destacam em seus cursos, permitindo que o recrutador tenha a possibilidade de avaliar um futuro funcionário mais qualificado.

Apesar de ser um tipo de entrevista que facilita a aquisição de estagiários e jovens aprendizes, as empresas pouco realizam, pois na maioria das vezes o agente de integração (público ou privado), acaba fazendo esta intermediação.

VEJA TAMBÉM: ESCOLHA PROFISSIONAL – QUAIS FATORES INFLUENCIAM

Entrevista por Competência ou Entrevista Comportamental

Este tipo de entrevista, atualmente, é o mais utilizado pelos recrutadores nos processos seletivos, e pode ser usada junto com outros modelos, porque o foco está no tipo de pergunta que o recrutador fará.

CONHEÇA MAIS SOBRE ENTREVISTA DE EMPREGO POR COMPETÊNCIA

Ela tem por objetivo avaliar competências comportamentais do candidato, verificar se seus valores e posicionamento estão alinhados com os valores e a cultura da organização, bem como se possui as experiências técnicas que mencionou no currículo.

A condução da entrevista é realizada, através de perguntas, que facilitam a análise do candidato, sobre os seguintes aspectos:

  • Situação específica vivida pelo candidato;
  • Tarefas realizadas que permitiram resolver determinada situação;
  • Comportamentos que foram experienciados, em função de situações reais do dia a dia do profissional;
  • Resultados alcançados, por conta de ações e comportamentos vividos, em relação a situação específica.

Na realidade, a entrevista de emprego por competência, considera as inúmeras experiências que o candidato vivenciou e permite observar como agiu em determinadas situações, seja no nível técnico ou comportamental.

Ou seja, permite analisar seu perfil e sua personalidade, como reage a determinadas situações do dia a dia no trabalho.

Entrevista por Skype ou Entrevista por Vídeo – Entrevista Remota

Muitas organizações já realizam, há algum tempo, entrevistas de emprego de forma remota.

Outras passaram a usar este modelo, devido aos problemas econômicos, mas principalmente por conta da Pandemia do Covid-19 e a necessidade de quarentena.

Além de encurtar a distância entre os candidatos e a organização, auxiliar na redução de tempo nos processos seletivos, diminui os custos para esses candidatos que não precisam mais se deslocar para ir até a empresa.

Muitas empresas utilizam o Skype, aplicativo que realiza chamada de voz e vídeo e permite a troca de mensagens através de chat, para realizar a entrevista.

Bem como, outras ferramentas digitais que possam permitir videoconferência online.

No caso de vídeos, também são utilizados de duas formas.

Entrevista por Vídeo ao Vivo – quando o recrutador entrevista o candidato, à distância, de forma presencial, porém online.

Entrevista por Vídeo gravada – quando o recrutador envia para o candidato as perguntas, com as especificações de como elas devem ser respondidas e ele grava um vídeo com as respostas.

Contudo, esse formato, não costuma substituir uma entrevista presencial, mesmo que online.

Inovação em Entrevista de Emprego

Com a falta de tempo e o avanço da Indústria 4.0, as empresas estão buscando automatizar os processos no RH e, com isso, novas formas de entrevistar os candidatos.

Podemos dizer que hoje, é preciso ser um RH 4.0, assim como ter uma Liderança 4.0, para recrutar profissionais mais capacitados.

Por este motivo, um outro tipo de entrevista está surgindo, fazendo que com os processos seletivos se tornem mais ágeis e assertivos.

Entrevista por Inteligência Artificial

A mais nova tendência em entrevista de emprego é o uso da Inteligência Artificial, que tem permitido que as empresas simplifiquem e facilitem, de um modo geral, todo o processo seletivo.

Essa nova tecnologia, contribui para que os recrutadores avaliem os candidatos, utilizando dados.

Ou seja, a I.A. registra os dados captados dos candidatos, através da análise das palavras utilizadas, da sua linguagem corporal, assim como sua expressão facial e seu tom de voz.

Inclusive, com este tipo de entrevista, analisa-se também:

  • Nível de tensão;
  • Emoções sentidas ao longo da entrevista;
  • Grau de honestidade.

Com esse tipo de automação, usando os relatórios emitidos com esses dados, o recrutador e o líder da área, terão possibilidade de analisar de forma mais assertiva cada candidato à vaga.

O fato é que não podemos desconsiderar todas essas mudanças e precisamos nos adaptar.

Até aqui você compreendeu como funciona esta etapa do processo seletivo, assim como pode conhecer os tipos de entrevistas de emprego, contudo creio que ainda deve estar se questionando:

O Que Responder em uma Entrevista de Emprego?

Perguntas mais Frequentes em Entrevista de Emprego

Geralmente quem sabe fazer as perguntas certas, consegue desenvolver as melhores respostas, e é essa dica que eu dou para todos os candidatos.

Antes de pensar nas perguntas mais frequentes, reflita:

Se eu estivesse no lugar do recrutador, o que eu gostaria de saber sobre mim?

Que perguntas seriam mais apropriadas para conhecer melhor como sou: como pessoa e como profissional?

Ressalto que as perguntas selecionadas pelo recrutador, estão ligadas diretamente ao tipo de entrevista que ele escolher.

Questões sobre você

  • Poderia falar um pouco sobre você?
  • Quais são os seus pontos fortes?
  • Pode me dizer quais são os seus pontos fracos?
  • Que experiências você já viveu nessa área?
  • Quais são as suas maiores virtudes e maiores defeitos?
  • Por que você foi demitido ou pediu demissão?
  • Por qual motivo deseja sair do seu emprego atual?
  • Você tem um plano para a sua carreira?
  • Como busca seu desenvolvimento?

CONHEÇA COMO ELABORAR SEU PLANEJAMENTO DE CARREIRA

Questões sobre sua forma de se relacionar

  • Como você vê seu relacionamento no ambiente de trabalho?
  • O que seus ex-colegas de trabalho pensavam sobre você?
  • O que as pessoas que se reportam diretamente a você, diriam sobre você?
  • Se eu ligasse para o seu último gestor agora, e perguntasse sobre suas maiores competências, o que ele me diria?

Questões sobre a empresa e a vaga

  • O que você conhece sobre a vaga e a nossa empresa?
  • Que pergunta você gostaria que eu fizesse e que ainda não fiz?
  • Por que eu devo te contratar?

Questões sobre atuação profissional

  • Você pode me contar sobre uma situação que tenha cometido um erro e como conseguiu resolver?
  • De todos os resultados que você já alcançou, qual deles mais se orgulha? O que você fez para conseguir conquistar?
  • Que desafios você teve que enfrentar, ao longo da sua carreira profissional?
  • O que você mais gosta e menos gosta de fazer na sua área?

Perguntas que apresentam situações relacionadas com a capacidade de lidar com pessoas conflitantes e difíceis.

Como por exemplo:

  • Você pode me falar sobre uma situação que tenha vivenciado e que a questão estava relacionada com uma pessoa difícil de lidar?

Considere possíveis perguntas inusitadas

Elas também permitem que o recrutador te analise e avalie sobre diversos aspectos.

A exemplo disso, temos:

  • O que você comeu no café da manhã?

Essas são apenas algumas perguntas mais frequentes, mas que certamente poderão te ajudar a se prepara para o momento da entrevista de emprego.

Entretanto, focar somente nas perguntas mais frequentes pode não ajudar muito. Você precisa saber o que não deve fazer durante a entrevista de emprego.

O Que Não se Deve Fazer em uma Entrevista de Emprego

Para participar de uma entrevista de emprego, o candidato deve se preparar para responder as perguntas do recrutador, mas principalmente o que não deve fazer durante a mesma.

Me deparo com muitos profissionais perdendo excelentes oportunidades, simplesmente porque não se prepararam adequadamente para o momento.

É preciso proceder de maneira correta e “se vender” bem, para o recrutador, contudo se você não souber se posicionar durante a entrevista, pode correr um sério risco de ser eliminado.

SAIBA QUE POSTURA PODE IMPACTAR NA SUA SELEÇÃO

Antes de fazer qualquer pergunta, reflita se você já não teria a resposta.

Muitas vezes os candidatos chegam para a entrevista, sem ter feito qualquer pesquisa sobre a empresa e perguntam ao recrutador sobre o que a empresa faz.

Nessa hora, o recrutador pode avaliar você como uma pessoa que não tem interesse pela empresa, pois não se preparou antes para a entrevista.

Mentira tem pernas bem curtas

Cuidado, atualmente os recrutadores possuem diversas formas de verificar se os candidatos estão falando a verdade sobre suas competências, experiências e etc., por isso, ser o mais transparente possível é a melhor forma de se posicionar.

Fale sobre você e não devaneie sobre você

Responda o que for perguntado, apresente suas qualidade e resultados, mas evite os autoelogios e as autopromoções.

Evite respostas clichês.

Ficar fantasiando, durante a entrevista, pode te custar uma boa rejeição por parte do recrutador, por este motivo, evite falar excessivamente sobre si.

O mercado já não tem mais espaço para os “fanfarrões”.

Nunca esqueça que o corpo fala

Muito cuidado com suas expressões faciais e seus gestos. Em suma, nosso corpo fala sobre nós, o tempo inteiro, e os recrutadores são capacitados para entender essa linguagem.

Isso inclui o tique nervoso, que você precisa controlar.

Procure desenvolver sua inteligência emocional para passar, de forma mais tranquila, por esses momentos de ansiedade e tensão.

Uma comunicação assertiva, é aquela em que a comunicação verbal e não verbal estão alinhadas.

ENTENDA COMO FUNCIONA A COMUNICAÇÃO ASSERTIVA

Não fale mal do seu último emprego ou do atual emprego

Se fizer, esteja consciente de que tem grandes chances de ser eliminado.

Trata-se de um dos erros mais recriminados pelos recrutadores, porque envolve questões éticas. E ética, é uma das características que eles mais buscam em um candidato.

Se for questionado sobre algum tipo de situação, onde a questão está relacionada, de fato, a empresa, reflita sobre as palavras que vai usar.

O melhor mesmo é dizer que você e a empresa pensam de forma diferente sobre a questão. Além disso, não jogue a culpa de seus erros na empresa ou em pessoas com as quais trabalhou.

Se que ficar “bem na fita”, seja o mais honesto possível e assume seus erros.

O reconhecimento dos pontos fracos é uma virtude e, com certeza, isso é o que os recrutadores querem saber.

Agora que você já sabe quais são as perguntas mais frequentes e o que não deve fazer durante a entrevista de emprego, está na hora de saber como vai conseguir se sair bem nela.

Como se Sair Bem em uma Entrevista de Emprego

APRENDA TUDO SOBRE ENTREVISTA DE EMPREGO

Com certeza, para se dar bem em uma entrevista de emprego, antes de mais nada, você precisa ter a confiança de que, se foi chamado, é porque possui competências compatíveis com a vaga.

Sendo assim, quanto mais você se preparar para esse momento, mais chances você terá de apresentar essas competências de forma efetiva.

Conheça a Empresa

Ao pesquisar detalhadamente sobre a empresa, você saberá se a missão e os valores estão afinados com o seu, assim como conhecerá a cultura da organização.

Respondendo qualquer pergunta sobre a vaga ou sobre a empresa, com certeza essas informações vão contribuir para ficar claro o seu interesse.

Entretanto, ele deve ser genuíno, do contrário passará a impressão de que suas palavras são falsas.

Use Roupas Adequadas

Assim como você, a empresa possui um perfil e quanto mais você souber sobre o perfil da empresa, mais assertivo será. Ou seja, vista-se de acordo com o perfil da empresa e da vaga que está desejando.

Entretanto, como se trata de um contato inicial, mesmo que a empresa tenha um estilo despojado, o ideal é se vestir de forma mais discreta.

Lembre-se sempre, menos é mais, isto é: não exagere para o excesso de formalidade, nem para informalidade.

Seja Pontual

Evite qualquer tipo de atraso, então pesquise sobre o endereço da empresa, como vai chegar no local e avalie o tempo que levará.

Você, como qualquer candidato, está passivo de imprevistos, mas se estiver preparado evitará qualquer possibilidade de atraso e com isso, de ficar mais tenso.

Mantenha sua Inteligência Emocional Ativada

Todo mundo sabe que nessa hora a tensão e a ansiedade toma conta, e que o nervosismo pode querer “invadir” a sua entrevista.

Não permita que isso ocorra, mantenha-se concentrado, calmo e atento ao que está sendo perguntado.

O entrevistador sabe que a maioria dos candidatos ficam tensos, contudo, o que ele espera é que eles tenham controle sobre suas emoções e saibam se portar diante da pressão natural que a entrevista de emprego provoca.

Seja VOCÊ mesmo na Entrevista de Emprego

Seja o mais transparente e verdadeiro possível.

Não queira “florear” ou contar “historinhas” sobre você, além de utilizar mentiras para tentar se sair bem na entrevista.

A entrevista de emprego é o momento em que o entrevistador pode analisar o perfil comportamental do candidato, então lembre-se que suas atitudes podem depor contra ou a seu favor.

Não force demonstrar um perfil que você não tem e não seja incongruente.

Ao passar mensagens ambíguas sobre sua história pessoal e profissional, você leva o recrutador a pensar que está mentindo.

Mantenha uma Comunicação Assertiva

Isso quer dizer que você deve prestar atenção nas perguntas e manter sua escuta ativa, analisando o que o recrutador fala e como se expressa.

Sua comunicação deve ser clara e objetiva.

Fique longe de tons agressivos, mas lembre-se que a passividade na sua comunicação também não vai te ajudar, ou seja, não fique “em cima do muro”, se posicione.

Se Prepare Através da Técnica STAR

Está técnica facilita seu raciocínio e permite que suas respostas sigam uma lógica.

Ela é dividida em 4 etapas:

  • Situação – especifique a situação experienciada no passado, ou seja, em seu antigo emprego;
  • Tarefa – faça uma relação das tarefas que desempenhava na época, além das responsabilidades e funções;
  • Ação – caracterize as ações e decisões que teve que tomar para exercer suas funções;
  • Resultados – apresente os resultados que obteve com suas ações e ressalte comportamentos positivos.

Mas, para que você consiga se sair bem com esta técnica, deve levar em consideração o que já mencionei anteriormente.

Se coloque no lugar do recrutador e considere:

O que eu teria interesse de saber sobre mim?

Quais seriam as perguntas que me conduziriam para obter uma boa análise, sobre meu perfil pessoal e profissional?

Participar de um processo seletivo não é nada confortável, uma vez que o profissional, na maioria das vezes, está em posição vulnerável.

A etapa da entrevista de emprego costuma ser a mais angustiante, porque o candidato sabe que terá que impressionar o recrutador e fazer com que ele tenha interesse de contratá-lo.

Sendo assim, o mais recomendado é que você se organize, se planeje e se prepare para esta etapa do processo seletivo.

Para tanto, além de pesquisar sobre a vaga, a empresa, seus valores, missão e visão, você deve praticar o autoconhecimento.

Reflita sobre si:

Quais são os meus valores?

Que experiências profissionais e acadêmicas já vivi?

Quais são as minhas competências mais significativas?

O que exatamente preciso desenvolver mais, seja no âmbito técnico ou comportamental?

Quais são as minhas expectativas?

Certamente você terá respostas para as questões sobre a empresa, mas principalmente sobre as questões no que diz respeito a você.

Pode ser que, mesmo lendo todas as minhas orientações, ainda permaneça com muitas dúvidas, ou pior, ainda se sinta inseguro em participar de uma entrevista de emprego.

Não se desespere! (Compartilhe a sua pergunta na Comunidade Papo de Carreira)

Nessa hora, o mais aconselhável é buscar ajuda de um profissional qualificado e experiente no que diz respeito a desenvolvimento de carreira.

Com certeza ele vai te auxiliar e orientar para passar por esta etapa de maneira mais tranquila, assim como em outras etapas do processo seletivo.

Deixe um comentário

You have to agree to the comment policy.

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rolar para cima